O ano do Linux no Desktop (não como você esperava)

O Windows 10 vai incluir um kernel Linux completo. O ChromeOS é baseado no kernel Linux.

Seria 2019, finalmente, o “ano do Linux no Desktop”?

Eu não certeza das implicações disso.

Eu sei que o que você esperava era a popularização do Gnome. Ou do KDE, ou XFCE, ou Enlightenment, ou Mate… Tanto faz, certo? Não importa qual interface gráfica, se o coração for Linux.

Então, será que faz diferença se a interface é Windows ou ChromeOS? O resultado final é que você vai poder escrever aplicações baseadas no Linux para rodar em todo lugar.

E, sinceramente, a web já tinha tornado essa discussão meio irrelevante.

Exceto para nós, programadores, que vamos poder desenvolver usando qualquer sistema operacional. Para o resto do mundo, a maior parte do tempo, o sistema operacional é o navegador.

Publicado por

Elcio

Elcio é sócio fundador da Visie Padrões Web. Pioneiro no uso e divulgação dos padrões do W3C no Brasil, Elcio já treinou equipes de dezenas de empresas como Globo.com, Terra, Petrobras, iG e Locaweb. Além disso, tem dirigido as equipes da Visie no desenvolvimento de projetos web para marcas como Brastemp, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson e Rede Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *