Seja conservador (não, não é sobre política)

Eu tenho andado por aí com um caderno. Não um desses Moleskines descolados. O meu é um clássico Tilibra de dez matérias, que você pode comprar por doze reais em qualquer papelaria.

Durante milênios a humanidade, ou a parte dela que tinha o privilégio de saber escrever, escreveu a mão. Eu, que vivo de tecnologia, acho uma maravilha poder escrever com um teclado, como estou fazendo agora.

Mas percebi que alguma coisa diferente deve acontecer no cérebro quando a gente escreve a mão. E isso está me fazendo um bem enorme.

A gente usa teclados há duas gerações. Telas touch, há uns quinze anos.

Talvez, daqui a cinquenta anos, a humanidade esteja lamentando o quanto a gente perdeu por deixar de escrever e terceirizar nossa memória. Por deixar que os alunos simplesmente tirem fotos da lousa ao final da aula.

Talvez não. Mas por que correr esse risco? Você pode continuar usando teclados, esfregando suas digitais em pequenas telas de vidro ou falando com seu telefone. Mas experimente o velho e bom papel com caneta, pode funcionar pra você.

Publicado por

Elcio

Elcio é sócio fundador da Visie Padrões Web. Pioneiro no uso e divulgação dos padrões do W3C no Brasil, Elcio já treinou equipes de dezenas de empresas como Globo.com, Terra, Petrobras, iG e Locaweb. Além disso, tem dirigido as equipes da Visie no desenvolvimento de projetos web para marcas como Brastemp, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson e Rede Globo.

Um comentário em “Seja conservador (não, não é sobre política)”

  1. Faço isso sempre que me deparo com algo difícil pra programar. Escrevo o objetivo e uma sequência lógica para poder conseguir o objetivo. E de fato nosso cérebro pensa diferente, pensa mais focado, isolado, diminuindo 90% as distrações. E o melhor no papel você enxerga mais fácil suas contradições na resolução de um problema. Faço isso e incetivo meus colegas de trabalho a fazerem também. Eu sempre pergunto ” antes de me perguntar… Você já escreveu sua idéia no papel pra ver suas contradições? “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *