Quanto mais óbvio, melhor

Quando você está escrevendo código, pense sempre em quem vai ter que lê-lo no futuro. Pode ser você mesmo. Pode ser você mesmo, daqui a cinco, às duas da manhã, correndo para consertar um bug.

É por isso que padrões e convenções são uma ideia tão boa.

Quanto tempo você já passou olhando o código de alguma aplicação, tentando descobrir onde estão as coisas? No web2py, um dos meus frameworks favoritos, quando você cria uma nova aplicação, a pasta de código se parece com isso:

Aplicação nova em web2py, ainda sem nenhum código.

Web2py é um framework MVC, que, você sabe, é a sigla para model, view e controller. Para acessar o banco de dados você escreve um model. E como se chama a pasta onde estão seus models? Ok, models. E as regras de negócio devem ir num controller. E onde estão seus controllers? Na pasta controllers, claro. E as views na pasta views.

Zero esforço para entender, zero esforço para decorar.

Eu sei que é bem pouco esforço decorar que, no seu novo framework da moda, as views estão dentro de /presentation/templates/html, os controllers em /app/core/controllers e os modelos em /persistence/rdbs. Mas pouco é infinitamente mais do que zero. E, acredite, esses pequenos esforços, somados, fazem um bocado de diferença.

Publicado por

Elcio

Elcio é sócio fundador da Visie Padrões Web. Pioneiro no uso e divulgação dos padrões do W3C no Brasil, Elcio já treinou equipes de dezenas de empresas como Globo.com, Terra, Petrobras, iG e Locaweb. Além disso, tem dirigido as equipes da Visie no desenvolvimento de projetos web para marcas como Brastemp, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson e Rede Globo.

Um comentário em “Quanto mais óbvio, melhor”

  1. Realmente simples e fácil de entender, mesmo não sendo programador.

    “Se você não consegue explicar algo de modo simples é porque não entendeu bem a coisa” – Albert Einstein

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *