O Linux também fala

Há um tempo eu ensinei aqui como fazer o Mac falar. O Linux também faz. Instala aí:

$ sudo apt-get install espeak

Daí é só mandar:

$ espeak "Luke, I am your father."

E fala português também:

$ espeak -v pt "Luke, eu sou seu pai."

Com -f arquivo.txt, ele lê o texto de um arquivo. Com -w arquivo.wav, ele salva o áudio num arquivo. E pode ser comandado via ssh.

Consegue imaginar utilidades para isso?

7 comments on “O Linux também fala

  1. Colegas, sou novo no mundo Linux, mais estou extremamente impressionado com a vasta gama de opções que esse “SO”, já possui. Uma grande utilidade do sintetizador de voz, acoplado a um interpretados de movimento dos olhos, ajudaria tremendamente a portadores de uma doença chamada ELA (Esclerose Lateral Aminiotrófica) que causa paralização de toda musculatura. A Intel já disponibilizou, gratuitamente o código fonte do ACAT (Assistive Context-Aware Toolkit). Usado pelo físico Stephen Hawking. http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/intel-abre-codigo-fonte-de-sistema-de-fala-eletronica-usado-pelo-fisico-stephen-hawking-17232937

  2. Concordo que pra ter uma voz boa, melhor mesmo é algo pago como voz da Loquendo, Scansoft ou IBM. Claro que o ESpeak é fonte aberta e alguém ainda vai melhorar (ou eu espero…) aquela voz, mas por hora ele “parréce üm alemón falándo portuqueis!” Nada contra alemães, deixando bem claro, mas pra sínteze de voz, se um iniciante for usar, pode se perder um pouco. E voltando ao Orca e ao Ubuntu, eu tava ouvindo na http://www.lalrecordings.com ontem que ele tem como já sair falando assim que boota o live cd, se ao iniciar, você apertar f5, esperar um pouco, apertar 4 e dois enters. Usuários do Linux por favor me corrijam se a informação for errada porque eu ainda tô no Windows até que o Skype fique totalmente acessível no Linux em termos de criar conferência sem precisar de assistência ocular.

  3. Sabia que existia algo similar mas era software pago. Já tive a oportunidade de testar alguns e eram realmente bem bons. A voz parecia de uma pessoa normal, não ficava aquela voz robotizada. Muito boa esta dica. Para deficientes visuais isto é uma mão na roda.

  4. E mais um detalhe, ao qual eu me esqueci de me referir ontem: pra Windows, também tem um programa que fala com a voz do ESpeak; chama-se NVDA, e é um leitor de telas totalmente gratúito e opensource, feito em Python! Quem quiser programar em prol da cegaiada, vai a dica!

  5. Na verdade, sei que tem uma forma de o Ubuntu falar, e que já vem instalada nele: se apertar alt+f2 e digitar orca nele, ativa-se o leitor de telas (útil para usuários cegos/baixa-visão), que dá muita acessibilidade ao referido sistema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *