Conversor recursivo de charset

Fiz para um amigo um script de conversão de charset simplezinho e, como pode ser útil para mais alguém, resolvi abrir o código:

charsetconv

Era mais fácil fazer com shell script, é verdade, mas eu precisava que fosse multiplataforma.

Easter eggs no Python e um pouco mais

Todos gostamos de easter eggs, certo?

Então rode o python e se divirta:

import this
import __hello__
from __future__ import braces
import antigravity

E uns outros que eu acho interessantes:

No vim, tente:

:help 42
:help holy-grail
:help UserGettingBored
:help!
:Ni!

Esses agora, são apenas para Debian, Ubuntu e derivados. Tente isso e dê uma olhada na última linha:

apt-get help

Depois tente:

apt-get moo

E depois de ter visto esses dois do apt, esse aqui vai fazer um bocado de sentido:

aptitude help
aptitude moo
aptitude -v moo
aptitude -vv moo
aptitude -vvv moo
aptitude -vvvv moo
aptitude -vvvvv moo
aptitude -vvvvvv moo

E o último dessa série (talvez você precise instalar o apt-build para ver):

apt-build moo

Se você é um administrador de servidor, pode deixar um easter egg para seus usuários sudoers. Rode:

sudo visudo

E inclua, no bloco de configurações começando com “Defaults”, a seguinte linha:

Defaults insults

Salve e saia. Agora, quando um usuário sudoer errar a senha, o sudo vai insultá-lo em retribuição.

Esses próximos estão na internet, mas devem ser aproveitados num terminal:

telnet towel.blinkenlights.nl
traceroute -m 254 -q1 obiwan.scrye.net

É isso. Conhece mais? Deixe aí nos comentários.

Faça o Google falar por você

Ah, a internet! Você, usuário de Linux, comece pela preparação:

sudo apt-get install curl mpg123

Depois crie o script falador:

#!/bin/bash
l=pt-BR
if [ "$1" == "-l" ];then
  shift
  l=$1
  shift
fi
curl -A "Falador" translate\.google\.com/translate_tts -d "tl=$l&ie=UTF-8&q=$@" |mpg123 -;

Dê permissão de execução:

chmod +x falador

E divirta-se:

./falador "Onde está o futuro que nos prometeram?"
./falador -l en "Luke, I am your father."

Tudo tem que funcionar no celular

Mandei esse e-mail para o pessoal da Visie:

Pessoal,

Quando foi a última vez que você fez um site na Visie que não tinha versão mobile?

Então. Tudo tem que funcionar no celular. É praxe. O que não for responsivo é a exceção.

Então, ao receber um wireframe, layout ou especificação do projeto, não precisa perguntar: vai ser responsivo? Pode perguntar direto: onde está o layout mobile?

Ao estimar, planejar, projetar ou implementar qualquer coisa web na Visie, ter isso em mente vai evitar confusão. Lembre-se sempre: é sim responsivo, a não ser que alguém explicitamente diga o contrário.

Um [ ]!

Elcio

É, eu sei, não tem nada genial aí. Nem é “vanguarda”, todo mundo já trabalha assim há um tempão (ou não?) Mas para quem viveu o tempo dos layouts com tabelas para IE3 e Netscape 4, o simples fato de estar escrevendo essas palavras significa muito.

Valeu internet!

Carta aos Presidenciáveis: Por que desprezam quem precisa de acessibilidade?

Da Lêda Spelta:

Caríssimos candidatos Dilma Rousseff, Marina Silva e Aécio Neves,

Desalentada com a escassez de informações apresentadas nos programas eleitorais, resolvi acessar os sites oficiais de campanha, na esperança de encontrar esclarecimentos sobre as principais diferenças programáticas, ou seja, sobre o que eu poderia esperar do futuro do Brasil com cada um dos senhores na presidência, já que são os candidatos com chances reais nessa eleição. E decidi começar pelo site da Presidenta Dilma…

Continue a leitura no site da Acesso Digital: Carta aos Presidenciáveis: Por que desprezam quem precisa de acessibilidade?

oh-my-zsh: shell esperto com zsh e open source

Estamos publicando, e anunciando em nossa lista de e-mails, o Mini-curso gratuito de Linux para Programadores. Recebi no final da semana passada o seguinte e-mail:

Olá Elcio,

olha, como já sou usuário Linux já sabia algumas coisas do que foi dito, mas outras não. Achei a forma que desenvolveu esse vídeo bem interessante, prático e objetivo, sem muita balela, o que acho ótimo pois tem uns cursos por aí que os instrutores ficam de muito blábláblá. Por essa primeira aula vejo que aprenderei bem mais no decorrer do curso. São 4 partes, né?

Uma coisa que notei é que está usando zsh. Vão rolar umas dicas de como usar ele ou vai continuar só no bash mesmo? É que por coincidência acabei de instalar ele e ainda estou apanhado um cadim, rsrs.
Bem, é isso. Parabéns pela iniciativa e fico no aguardo das próximas aulas.

Abraços,

******** *****

Como eu faço? oh-my-zsh

Como achei que a resposta podia ser útil para mais gente, resolvi publicar aqui. Eu uso o oh-my-zsh.

Uso com o tema padrão mesmo. No meu .zshrc só tem de personalizado uns alias de comando e definição do PATH e CDPATH. Faço a instalação com o instalador automático. Ele já vem com coisas como um plugin de git que mostra o branch atual e o status no prompt.

Recomendo oh-my-zsh. É o zsh em sua melhor forma, sem esforço. Veja um exemplo do meu shell, com o prompt sinalizando o status do repositório git atual e quando um comando falhou:

oh-my-zsh

Quer aprender mais sobre o terminal do Linux? Veja nosso Mini Curso Grátis sobre Terminal.