Assalto

Na última quinta-feira, indo para casa, fui assaltado. Havia deixado o Peka e o Hugo em casa, e estávamos eu a Dani no carro. Levaram meu computador, um Mac que eu estava usando para desenvolver um projeto, meu iPad e meu celular. Da Dani levaram computador, celular, documentos e dinheiro.

Passado o susto, fui na quinta à noite mesmo comprar um computador para repor o que haviam levado. É minha ferramenta de trabalho, não posso ficar sem. Comprei um Vaio VPCSB25FB, instalei Xubuntu 11.10, a passei a sexta-feira e o domingo colocando as coisas no lugar nele e num Mac Mini que eu já tinha e vou usar no lugar do que levaram.

Algumas lições:

  1. Criptografe sua pasta pessoal: dormi mais tranquilo sabendo que a minha estava criptografada.
  2. Cloud rulez: meus contatos, agenda e e-mails estão no Google. No dia seguinte, mesmo sem meu celular, consegui conferir meus compromissos e ligar para quem eu precisei. Meus projetos estão todos no Git e os arquivos pessoais todos no Dropbox. Perdi no total uns quatro dias de trabalho, a maior parte desse tempo reconfigurando as coisas.
  3. Tenha seguro: eu não tinha seguro das minhas coisas. Quando procurei, me pareceu muito caro. Quando levaram minhas coisas, comecei a achar o seguro barato.
  4. Tenha backup: tenho uma conta Pro 100 no Dropbox. Custa 20 dólares por mês. É barato.

É isso. Passou o susto. Vamos trabalhar bastante agora, pra pagar as coisas novas.

Update: excelente post do Maudy Pedrão: Instale o PREY no Ubuntu e não perca de vista o seu notebook.

12 comments on “Assalto

  1. As pessoas se importam muito pouco com segurança, acabei de recomendar o dropbox para um amigo que guardava todos os arquivos da empresa dele em um desktop. Uma conta de 50GB resolveu o problema e o assegurou.

  2. Concordo com o Diego. É sempre bom ter um software e eu sugiro o Prey (multiplataforma) ou similar para poder capturar dados do meliante ou do receptador… eles sempre acabam usando a “nova aquisição” para fins pessoais, acessam e-mail/Facebook/Orkut e assim ficam facilmente rastreáveis. Outro recurso bacana é o da localicação do GPS ou roteadores sem fio que estão próximos. É que nem seguro e plano de saúde: se paga pra não usar.

    Boa sorte!

  3. Como sou mestre nesse assunto, faltou só uma coisinha na sua lista: sempre deixe ativado o serviço de localização de celular, tablet e etc… Assim, com um pouco mais de sorte, consegue localizar suas coisas e ainda rastrear os meliantes. Claro, é muito melhor se o iPad for 3G e se você tentar usar os serviços de localização antes dos palermas arrancarem o chip do celular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *