Porque você deveria aprender várias linguagens de programação

tpp_xlargecover

O programador pragmático não está preso a nenhuma tecnologia.

Há um tempo eu li “The Pragmatic Programmer“, uma espécie de livro de auto-ajuda para programadores. Não é um livro técnico, não vai te ensinar técnicas ou tecnologias, mas fala de um jeito de pensar e traz uma coleção de conselhos daquele tipo que parece óbvio mas ninguém nunca faz.

Um desses conselhos era aprender novas linguagens de programação. Os autores recomendam que você se torne proficiente em uma nova linguagem de programação por ano. O que, eu sei, é muito difícil. Eu não tenho conseguido aprender uma nova linguagem por ano. Mas isso não invalida o conselho de que você deve aprender novas linguagens de programação.

Por que aprender linguagens de programação novas?

Cada linguagem de programação traz consigo um jeito de pensar, um conjunto de soluções e uma comunidade com cultura diferente. E isso enriquece você. O bom programador tem uma visão ampla e não está “preso” a uma única tecnologia.

Por exemplo, digamos que você esteja desenvolvendo um sistema em PHP e precise, de tempos em tempos, fazer parsing de feeds RSS cuja URL foi cadastrada pelos usuários. Digamos que você queira fazer o parsing em segundo plano, a cada meia hora. Claro, você pode usar SimplePie, mas ele não é tão “Simple” assim. Dê uma olhada na documentação. SimplePie é muito poderoso, tem uma porção de recursos, mas vai dar algum trabalho para instalar direito, montar seu script, testar e automatizar.

E se você procurar soluções em outras linguagens de programação? Quanto trabalho vai ter? Vamos ver o que Python tem para nós, usando o excelente módulo feedparser. O módulo feedparser está disponível no gerenciador de pacotes do Ubuntu, e também para instalação via PIP.

import feedparser
print feedparser.parse('http://elcio.com.br/feed')

Mais uma meia dúzia de linhas para ler as URLs e salvar os resultados no banco de dados e pronto, temos um arquivo simples com excelente performance para ser colocado no cron. Bom, falando em performance, esse é o típico processamento que vai rodar muito mais rápido se feito em paralelo. Processamento em paralelo com PHP é um parto, certo? Com Python você pode usar o módulo multiprocessing e fazer isso quase que em uma linha só.

Além de ferramentas, linguagens de programação carregam jeitos de pensar

Uma vez que você já tenha resolvido um problema em uma linguagem de programação, você consegue resolver o mesmo problema em qualquer outra, certo? Bom, quando você aprende uma linguagem nova, você acaba tendo que ler um bocado de código de outras pessoas. E isso te ensina novas soluções para os seus velhos problemas.

Isso é diferente de se aprofundar no estudo de sua linguagem atual. O aprofundamento vai fazer você ler mais códigos das mesmas pessoas, da mesma comunidade, da mesma cultura. Aprender uma linguagem nova faz você ler códigos de gente nova, com outra cultura. Na prática, aprender Python vai fazer você melhor programador PHP, aprender Smalltalk vai fazer você melhor programador Java, etc.

Porque Python

De todas as linguagens de programação que você poderia escolher para começar a aprender algo novo hoje, eu recomendo que, se você ainda não sabe Python, comece por ela. Python roda no Google App Engine, no AWS Elastic Beanstalk e é a linguagem de programação por trás da maioria das ferramentas de administração do Ubuntu. Se você quer construir pequenos scripts para automatizar tarefas em seu servidor, ou quer construir grandes aplicações web para rodar em Cloud, ou se quer criar ferramentas de processamento paralelo massivo, ou interfaces gráficas multiplataforma, Python vai servir.

E é, ao mesmo tempo, uma linguagem que possui recurso fantásticos e vai te ensinar coisas incríveis, e uma das linguagens mais fáceis de aprender que eu conheço.

Que tal começar agora? Leia o excelente “Dive Into Python“, faça os exercícios, depois tente desenvolver alguma coisa na linguagem. E veja se você não vai se tornar mais eficiente em sua linguagem atual.

“Jabá”: Python é a linguagem que escolhemos para a aula de integração multi-linguagem do DevOps Heroes, treinamento da Visie que acontece a partir do dia 27 em São Paulo. Quem estiver lá vai ver isso tudo funcionando na prática. As vagas estão se esgotando.

11 comments on “Porque você deveria aprender várias linguagens de programação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *