Meu ambiente de trabalho em 7 itens

O Mike me convidou, então lá vai:

1. Ubuntu

O sistema operacional que simplesmente funciona. Meu notebook tem Ubuntu, o da minha mulher e os dos meus filhos também. Todos tem o Windows OEM em dual-boot. Nem me lembro quando foi a última vez que vi alguém bootar o Windows lá em casa. Aqui na Visie o Ubuntu também parece ser o sistema predileto de todo mundo que não tem um Mac 😉

Sem brincadeira, se você desenvolve para um sistema Unix-like, deveria usar um. Você vai ter o mesmo modelo de permissões, a mesma estrutura de arquivos e as mesmas ferramentas na sua máquina e na hospedagem. Você vai ter shell script. Um dia desses resolvemos um problema em um projeto criando um link simbólico para um arquivo. Essa solução roda em nossos servidores e em nossos desktops.

2. Git

Ainda encontro muitas empresas por aí que não usam controle de versão. Pode parar de rir, estou falando sério. Eu não entendo como alguém pode escrever software sem um bom sistema de controle de versão distribuído.

3. web2py

O framework de desenvolvimento web mais produtivo que eu já achei.

4. Vim

Vim não é fácil, e deve ser mantido fora do alcance de crianças e animais domésticos. Mas é o editor de código mais rápido do planeta. Extremamente poderoso, indispensável para o bom programador.

5. Firefox e Firebug

O desenvolvimento de HTML, CSS e Javascript se divide em duas eras: antes e depois da Firebug.

6. OpenDNS e Dnsmasq

Nós até conseguimos comprar boas conexões aqui no Brasil. Mas os serviços de DNS de todos os provedores que eu conheço são uma piada.

7. Terminator

Com o Terminator posso dividir uma janela em vários terminais, em abas. Para quem usa vim e muito shell, é uma mão na roda.

E eu vou convidar:

Diego Eis, Ederson Peka, Luciano Motta, Mauro Baraldi, Leandro Lima e Pedro Rogério.

4 comments on “Meu ambiente de trabalho em 7 itens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *