Vídeo: Linux no Desktop do desenvolvedor

KDE 3.4
Como muita gente demonstra curiosidade em relação ao fato de eu usar Linux para trabalhar, resolvi preparar um pequeno vídeo mostrando como é trabalhar com Linux no Desktop. Não é um tutorial nem nada assim, serve apenas para mostrar meu Desktop para que aqueles que nunca viram desenvolvimento com Linux tenham idéia de como é:
desktoplinux.avi (19,2MB)
São oito minutos, em resolução 640X480, compactado com XviD 4. O som está cortando em alguns pedaços, em virtude de eu ter deixado muita coisa rodando na máquina ao mesmo tempo em que gravava o vídeo. Apesar disso, creio que dá para entender.
Ah, aprendi o nome desse tipo de vídeo hoje cedo: screencast. Aprendi com o Fred, que publicou uma excelente análise do Picasa. Vale a pena assistir. (O post do Fred chegou em excelente hora, assim posto meu screencast chamando-o pelo nome de screencast ;-))
Antes que você pergunte, meu sistema é um Kurumin[bb], com KDE 3.4, 3D-Desktop e Komposé, Superkaramba, Kmail, Kopete, Kate, Firefox, Opera e IE rodando no Wine.
Update: Um bocado de gente me escreveu pra perguntar sobre o desktop 3D e o programa de gravação de vídeo. Vamos lá. Para desktop 3d usei o 3D-Desktop (para quem usa Debian basta apt-get install 3ddesktop). Para configurá-lo crie um novo ícone em algum lugar de seu menu K que executa o seguinte comando:
3ddesk --goto=1 --nozoom
Dê a ele o nome de, por exemplo, Desktop 1, desligue o histórico de lançamento e atribua a ele a combinação de teclas CTRL+F1. Depois crie um que executa:
3ddesk --goto=2 --nozoom
Chame de Desktop 2 e atribua CTRL+2. E assim por diante, até o número de desktops virtuais que você normalmente usa.
Só isso já é o suficiente para trabalhar sem o pager. É como eu geralmente trabalho aqui, usando o teclado para alternar. Usei o pager para o pessoal que assiste o vídeo entender que eu estava fazendo alguma coisa.
Para configurar o pager, usei isso aqui.
Já a gravação do vídeo, fiz o com o gvidcap, uma versão do xvidcap. Para quem usa Debian, adicione o repositório do autor do programa e: apt-get install gvidcap.

Publicado por

Elcio

Elcio é sócio fundador da Visie Padrões Web. Pioneiro no uso e divulgação dos padrões do W3C no Brasil, Elcio já treinou equipes de dezenas de empresas como Globo.com, Terra, Petrobras, iG e Locaweb. Além disso, tem dirigido as equipes da Visie no desenvolvimento de projetos web para marcas como Brastemp, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson e Rede Globo.

19 comentários em “Vídeo: Linux no Desktop do desenvolvedor”

  1. Vou te dar um exemplo muito prático sobre o usuários windows. Você conhece a alegoria da caverna de Platão. É assim que se sentem a maioria das pessoas, acham que é coisa muito difícil e na verdade não é. Agora é claro que se falando a nível de super usuário é complicado e vale fazer essa diferença entre Desktop e administrador em redes Linux. Aí você sabe é outro papo.

  2. parabens ae para vc que administra esse site ta muito legal eu so novo na plataforma linux e gostaria de receber esse video que vc fez no meu email pois ja baixei duas vezes da um erro e so sai o som o video naum sai……blz

  3. instalei o gvidcap/xvidcap no kurumin, mas não consigo gravar o audio com o xvidcap, não aparecem as opções de audio. Já o gvidcap da Segmentation fault direto, e não consegui instalar o libavcodec0. Ele desinstala o ffmpeg e vários outros pacotes. alguém tem uma dica?

  4. Para poder instalar o gvidcap é facil: sudo aptitude install gvidcap Para poder rodar não é tão facil, pois ele precisa de mais 2 arquivos e não avisa nada disto, consequentemente da um erro de Segmentation fault . sudo apt-get install ffmpeg sudo apt-get install libavcodec0 E ai que maravilha, ja estamos fazendo um video treinamento para mandar pra usuarios que não conhecem linux, pois a cada um dos nosso clientes damos um kurumin de brinde. É LINUX mostrando sua force infinita….

  5. Bom, sempre tive interesse em trabalhar com linux, mas fiquei na dúvida… qual programa vc usa para criar os bd’s (access) no linux e editar scripts em asp (apesar de poder fazer num bloco de notas por exemplo)… mas tipo num editor que faça a coloração das sintaxes e tal… já servidor óbvio num é programa só usar a da locaweb, heheheh ou pra usar localmente como vc faz?

  6. Tentei ver o vídeo aqui com uma pancada de visualizador e não funcionou. Só saí o som. Tem alguma idéia — que codec eu precisaria; ou algum outro formato? 🙂

  7. Me desculpe a redundância na pergunta, mas queria saber qual é o programa que você utilizou para fazer o vídeo? Pois não tem respostas aos comentários. Você falou de dois programas: Poderia escrever seus nomes para que eu pudesse baixá-los.

  8. __Excelente! Com o advento da banda larga, vídeos tendem a ser bem mais excitantes que Screenshots.BOm acho que o MOrimoto poderia colocar um vídeo como tuturial, algo para primeiros passos na distro oficial, você carrega o CD e logo depois o vídeos vem junto!!!

  9. Parabéns pela iniciativa. Sou usuário Linux a vários anos e já vi muitas vezes screenshots tentando mostrar a usabilidade ou simplicidade (em alguns casos MSemelhança) do Linux, mas o vídeo não deixa dúvidas! Parabéns.

  10. ainda não assisti até o fim, mas cabia vc dizer logo no início (ou aqui no post) qual o hardware que está rodando a coisa toda… []´s fcl

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *