Flash 10 no Linux

Ao contrário do Luis Eduardo Fernando, tenho sido nos últimos anos um feliz usuário de Linux. Funcionava tudo, ou quase. Tenho um LG R405[bb]. Funciona o controle de bateria, de velocidade do cooler, brilho da tela, tenho volumes independentes para o microfone e caixa de som embutidos, e microfone e caixa de som externos. Funciona rede com e sem fio, o modo de hibernação, mouse externo, pen-drive, o modem da Claro[bb], impressora, e tudo mais que precisei.

O Ubuntu é tão simples de configurar e usar na interface gráfica, sem precisar abrir o terminal, que o pessoal aqui faz uma piada chamando-o de “Microsoft Ubuntu”. Mas faltava uma coisa. A versão 9 do Flash Player que a Macromedia disponibiliza tem alguns problemas no Linux. Os dois principais são a falta do window mode transparent, o que faz com que aqueles sites que tem um “layer” Flash sobre o conteúdo fiquem bem estranhos, às vezes impossíveis de usar, e a falta de suporte a v4l2. A v4l2 (Video 4 Linux 2) é a biblioteca que faz funcionar a maioria das webcams. Ou seja, minha webcam funcionava em todos os programas, menos no Flash Player. Isso me impedia de, por exemplo, fazer streammings no UStream.

O problema foi resolvido. Você pode baixar a versão 10 do Flash Player direto do site da Adobe. Com ela temos window mode transparent, e minha webcam está funcionando que é uma beleza.

E, para aqueles que têm medo de terminal, a instalação é extremamente simples. Baixe o “.deb” para Ubuntu, salve no Desktop (ou onde você preferir) e dê um duplo clique. Vai aparecer o instalador de pacotes, com as informações do pacote e um único botâo, “Instalar Pacote”. Clique nele, coloque sua senha de administração, espere a instalação terminar e reinicie o Firefox.

Publicado por

Elcio

Elcio é sócio fundador da Visie Padrões Web. Pioneiro no uso e divulgação dos padrões do W3C no Brasil, Elcio já treinou equipes de dezenas de empresas como Globo.com, Terra, Petrobras, iG e Locaweb. Além disso, tem dirigido as equipes da Visie no desenvolvimento de projetos web para marcas como Brastemp, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson e Rede Globo.

6 comentários em “Flash 10 no Linux”

  1. Atualizei aqui tem alguns dias também, apesar da transparência ter funcionado beleza, em alguns sites, notei que as fontes ficaram meio embaçadas, aconteceu contigo?

    De resto, aqui no Debian tá tudo beleza aqui também…

  2. Valeu Élcio, flash player 10 no firefox
    Também estou usando Ubuntu no meu notebook do trampo, funcionando tudo o que você citou e mais um pouco, quando estou no escritório, configuro uma segunda tela em um monitor de 17″ da LG.
    E os caras aqui também chamam meu OS de MS Ubuntu
    Meu uptime com Ubuntu nunca chegou perto dos 416 dias que eu cheguei com meu antigo Debian, chegou no máximo a 20 dias, mas to feliz com o Ubuntu.

    Melhor agora com o Flash player funcionando legal

  3. Vi alguns blogs falando do flash 10, mas o teu é o primeiro que deu uma introdução do que está melhor! Eu ia instalar ele agora, mas como já estou usando o Intrepid, não preciso (valeu dudus).

    Ahh, e pra babar mais um pouco sobre o Ubuntu, mandei instalar pela interface gráfica mesmo, não deu um problema e saiu tudo funcionando! Ubuntu rulez!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *