Fique por dentro das novidades da Visie

Você deve ter notado que a Visie anda meio quieta quando o assunto é treinamentos. Depois do DevOps Heroes, que aconteceu no final de Janeiro, paramos um pouco de divulgar treinamentos.

Fizemos isso porque gastamos um bocado de tempo estudando como criar treinamentos que realmente façam diferença na vida dos desenvolvedores com quem entramos em contato. E acreditamos que chegamos a um formato agora que pode realmente ajudar a mudar o jeito como se faz web no Brasil.

Não apenas acreditamos, como conseguimos testar esse formato em alguns treinamentos em empresas, e os resultados nos deixaram muito empolgados.

Agora estamos de volta. Temos um bocado de coisas para compartilhar e um convite a fazer.

Acessibilidade para Twitter Bootstrap

Dica do Hans Mösl no grupo de trabalho de acessibilidade do W3C Brasil:

Plugin de Acessibilidade para Twitter Bootstrap. Plugin de código aberto, no GitHub. Promete tornar acessíveis uma porção de componentes Javascript do Bootstrap e, até onde eu consegui conferir, funciona muito bem.

Considere incluir em seu próximo projeto. Considere incluir nos seus projetos antigos baseados em Bootstrap 3. Considere incluir sempre.

Microsoft quer ressuscitar o Flash

winphone8-title-cardDepois de uma tentativa frustrada de parceira com a Nokia, a Microsoft encontra uma nova parceira para sua batalha contra a Apple: a Adobe. A parceria parece ser boa para ambos os lados: ao mesmo tempo em que a Microsoft luta para manter sua posição no mercado de PCs contra o avanço dos Macs, a Adobe teve um de seus principais produtos, Flash, morto pela Apple.

A parceira envolve lançar uma nova versão do Adobe Flash, que deixará de ser produzido para Macs e a partir de agora funcionará apenas no sistema operacional Windows. Essa nova versão estará integrada ao Visual Studio, ao .Net Framework e ao Microsoft Sharepoint. O objetivo é tornar o Flash um novo padrão para a construção de sites, portais e aplicações web. Além disso, o ponto forte da estratégia é fazer do Flash a ferramenta oficial para a construção de aplicativos para as plataformas Windows 8 e Windows Phone.

Segundo Emmett Brown, vice presidente de estratégias globais para o futuro da Microsoft, plataformas abertas como o HTML5 são prejudiciais à livre concorrência e à inovação no mercado de desenvolvimento web e, ao trazer o Flash de volta, a Microsoft pretende inaugurar uma nova era no mundo dos aplicativos móveis.

Para mais detalhes sobre a parceria, leia o anúncio na íntegra no site oficial.

Minha palestra no GAiN

Update: saiu o vídeo: Tendências para o futuro da Web: uma leitura a partir do trabalho do W3C – SAC/GAiN 2014.

Apresentei hoje cedo uma palestra no GAiN, um encontro de profissionais de comunicação e internet da minha igreja. Há um tempo que venho falando às pessoas que trabalham com internet na igreja sobre os padrões do W3C. Mas hoje tive a oportunidade de falar para gente que trabalha com isso de toda a América do Sul, de uma vez.

Muito obrigado aos organizadores pelo convite. Quem quiser conferir minha palestra no GAiN, sobre as tendências para o futuro próximo da web, pode encontrar a apresentação aqui: aqui.

Não sei se minha palestra foi gravada. Se eles publicarem lá, aviso por aqui.

Dúvida: URLs de categoria amigáveis

Um amigo me escreveu:

Ola Elcio,

vc tem algum tutorial de como reescrever a url para deixar mais amigável?

no momento eu tenho isso

http://www.meusite.com.br/index.php/category/produtos/produtos-especiais/

quero deixar assim:

http://www.meusite.com.br/produtos-especiais/

Muito bem, vamos lá. O primeiro passo é, se você não quer que as categorias apareçam uma dentro da outra, não usá-las de forma hierárquica no cadastro. Edite a categoria “produtos-especiais” e faça com que ela não seja mais filha de “produtos”. Isso deve deixar a URL dela assim:

http://www.meusite.com.br/index.php/category/produtos-especiais/

O passo seguinte é ir em “Configurações -> Links Permanentes” e configurar corretamente a estrutura de links permanentes, para retirar o “index.php” da URL. Escolha o formato que mais lhe agradar lá. Você vai precisar:

  1. Estar rodando Apache. Essa dica não vai funcionar em outro servidor web, a não ser que você acrescente uma boa dose de hacking.
  2. Ter o mod_rewrite habilitado no seu Apache.
  3. Que o PHP tenha permissão de escrita no arquivo .htaccess.

Tendo feito isso, a URL vai ficar:

http://www.meusite.com.br/category/produtos-especiais/

Por fim, você pode usar esse plugin: Top Level Categories. Ele consegue retirar aquele /category/ da URL, deixando o formato final da URL do jeito que você quer.

Boa sorte!